Lembras-te da Beer Party powered by Seistetos do ano passado? Este ano terá contornos diferentes e com diversão a dobrar! Na Quarta Feira, dia 27 de Novembro, irá ralizar-se uma grandiosa prova de culinária no Clube P, onde só os mais abeis no fabrico de Sumo de Cevada irão para a segunda prova. A  1ª prova terá inicio ás 22 horas onde a entrada será apenas de 1 teto com cartão s/ consumo e a imperial a uns inacreditáveis 0.50 tetos!

 

Após o convite dos maiores especialistas no fabrico e consumo de Sumo de Cevada, esta prova terá inicio com a captação de água suficiente para abastecer todos os participantes, após a captação deste elemento vital para a cerveja, será intensificada a procura da Cevada Maltada mais indicada ao gosto dos presentes que, se gostan dela bem fermentada, terão de adicionar a quantidade de Levedura suficiente para a fermentação de todo o ingrediente misturado.

E como um bom prato nunca vem só, logo após a festa no Club P todos os cozinheiros e consumidores de Sumo de Cevada presentes na festa poderão entradar no 2º round a realizar na Praxis Club por apenas 3.5 tetos (consumíveis), os que não tiveram presentes no Club P terão o consumo normal diário de 5 tetos (consumíveis).

Saibas ou não fabricar Sumo de Cevada aparece na nossa festa porque o saber fabricá-la vai ser o que menos interessa!

Os anos vão passado e há coisas que nunca mudam, ou melhor, como um bom Vinho do Porto "Quanto mais velho melhor". Estamos a falar do Arraial do Grupo Académico Seistetos, o maior e mais conhecido da Universidade de Évora, o Baile do Bicho 2013 (7ª edição consecutiva!). A edição deste ano ocorrerá no dia 3 de Outubro (5ª feira), a partir das 22 horas no Jardim do Granito do Colégio do Espirito Santo, e contamos com a presença do conceituadissimo artista internacional brasileiro Jony Gozanelas, que visita Portugal pela primeira vez com o seu espectáculo piromusical.

Este ano contará com ainda mais novidades em relação a anos anteriores já que criamos novas modalidades desportivas para dinamizar mais o evento e cujo unico requisíto minimo é a sobriedade minima possível. As incrições estão abertas para as seguintes modalidades:

  • Corrida de estafetas a fazer o pino com uma imperial em cada pé;
  • Ciclismo em bicicletas sem selim (modalidade apenas para o sexo feminino);
  • Caça desportiva à Baleia Terrestre (modalidade apenas para o sexo masculino);

Haverá imperial por apenas 0.70 tetos e Shot's (Ginja e Abafado) a 0.50 tetos, exclusivamente para pessoas entre os 16 e os 80 anos.

 

Mais um ano, mais um Baile do Bicho powered By Grupo Académico Seistetos. Não vais querer perder pois não?

Saíram finalmente as colocações do Ensino Superior e o curso de Teto prepara a entrada de novos alunos nos seios da sua organização fraternal do amor à próxima. Para o fazer aspirámos o pó à sede, pedimos à D. Lurdes para limpar as obras de arte abstrata feitas pelos exímios projéteis líquidos dos nossos sapientes integrantes e preparámos com carinho aquela que vai ser para alguns a casa/sala de aulas/boîte/colinho da mamã durante um número de anos incerto entre 6 e 9.

Apesar de existir uma extensa lista de concorrentes, apenas alguns foram selecionados para entrar na 1ª fase do curso de Teto. A fasquia era alta pois na formação já se destacavam nomes de gabarito nacional, internacional e até alentejano como El Wally, Dr. Obama, Mr. Santana Lopes, Eng. Pato Conald ou Sir Bruce Lee .

Infelizmente o Grupo Académico Seistetos ainda não disponibilizou a lista de convocados 2013/2014 por ainda não ter conseguido processar toda a informação dos candidatos por ainda não termos encontrado o estado de embriaguez mínimo e por falta de preenchimento dos dados de campos importantes como sejam:

  • Grau de alcoolémia a partir do qual vira o barco;
  • Fruto preferido;
  • Preferência de seios grandes ou muito grandes;
  • Números de telefone de MILFs da santa terrinha;
  • Número de calçado;
  • Se o leitão sabe melhor frio ou quente;

Poderá ser ainda necessário fornecer dados facultativos e pouco importantes como: se sabe cantar, se toca algum instrumento e se gosta de ser um homem rijo que bebe vinho à homem rijo.

Mas nem tudo é positivo. É notória uma percentagem elevada de desistência ao longo do curso devido ao facto de não atingirem o nível mínimo de embriaguez exigido, um número de engates satisfatório ou simplesmente por não aguentarem a pressão de integrar um curso com tamanho prestígio.

Se ainda não te candidataste, a 2ª fase de candidaturas está agora oficialmente aberta, bastando enviar o teu nome, curso, idade e os dados acima mencionados (incluindo os facultativos) para seistetos@gmail.com.

Boatos correm que na Queima das fitas 2013, Seistetos irão aplicar a sua nova fórmula quase secreta. Fontes próximas da actual direcção afirmam que esta poção mágica surgiu por acaso, numa tarde de confraternização amena entre os elementos do grupo. Enquanto debatiam assuntos do foro académico, aspectos a melhorar na relação entre as tunas e perspectivas de futuro de alguns elementos como ponto em comum entre estes assuntos, eis que surgiu uma ideia…

A questão base era: Qual é o problema da bebedeira? A resposta: é a ressaca. O que causa então a ressaca? Dizem os peritos que são os conservantes aplicados ao vinho. Então eis a resposta: O grupo académico Seistetos desenvolveu um Vudu que faz com que os ditos conservantes apenas conservem, e não desbravem os cérebros dos estudantes na manhã seguinte.

Inquirimos então a nossa fonte acerca da forma como se entorpecem os ditos conservantes de modo a evitar a ressaca. Segundo o delator, o processo consta em cantar serenatas que o grupo académico desenvolveu ao longo dos anos, serenatas tão doces que fariam um pacote de açúcar morrer de diabetes! Os ditos conservantes perdem toda a eficácia nociva.

Quisemos saber então dos efeitos secundários associados a esta mistela, sendo que nos foi dada uma lista, reproduzi-la-emos seguidamente:

1- Vontade de comer morangos com chocolate derretido;

2- Vontade de passear na praia ao entardecer;

3- Vontade de pregar secas no pessoal acerca da importância da tradição;

4- Observar o por do sol com um cigarro pensativo;

5- Dar entrevistas com uma boina de pastor.

6- Pegar vacas com o “Mealheiro de fora”.

 

No entanto estes efeitos podem ser contra restados comendo um bitoque no fim da noite numa residência feminina.

Por fim o elemento delator enquanto limpava os óculos fundo de garrafa e se gabava de ser ele o génio por detrás do grupo lançou um repto: Venham provar o nosso elixir báquico afrodisíaco na queima, eu já provei e safei-me muito bem com umas centenas de miúdas…Ontem!

No dia 30 de Abril haverá, pela 4º vez consecutiva, a Caminhada para a Mitra organizada pelo Grupo Académico Seistetos!

Esta Caminhada inicia-se pelas 5 da manhã na Praça do Giraldo e só termina em plena Ferra da Mitra!

De ano pra ano o número de participantes tem aumentado, isto tudo pela razão da Lenda do Sarrabulho! Esta lenda conta que numa madrugada de Abril, um antigo aluno da Universidade teria saído já bem tratado de um estabelecimento nocturno qualquer, nisto lembrou-se que havia Ferra da Mitra na manhã seguinte, então Zé Sarrabulho (nome fictício), meteu-se a andar para a Herdade da Mitra com o objectivo de chegar lá pela manhã. Conta-se que a meio do caminho Zé Sarrabulho encontrou umas "serelhas", que tal como sereias existem no meio do mar, estas vivem no meio do campo e que ao invés de metade mulher/peixe, eram metade mulher/ovelha!

Estes seres entoavam o canto das Serelhas, que descrito por Zé Sarrabulho, seria um canto "tã lindu e agradáveli de s'ouviri.. .E nã era só mééé que elas faziam, porra!".

Quando as Serelhas deram por ele ali especado a olhar para elas, Zé Sarrabulho ainda tentou esconder-se, mas não teria valido a pena porque elas assim do nada, como as rãs comem moscas, as serelhas desapareceram... Nisto Zé Sarrabulho desatou a correr que nem um maluco, mal metia os pés no chão, com o objectivo de chegar o mais depressa possível à Mitra e contar a toda a gente o sucedido.

Chegando lá, óbvio que ninguém acreditou no pobre rapaz, tudo se riu e Zé Sarrabulho, com tamanha tristeza, ainda pegou uma vaca e meteu-se d'ali pra fora...

A partir desse dia, Zé Sarrabulho tornou-se outra pessoa, começou a estudar como nunca o tinha feito! Foi aí que começou a Lenda do Sarrabulho... e claro, a Grandiosa Caminhada para a Mitra. Em que estudantes perdidos e já sem esperança de acabar o curso, desde à 4 anos se juntam nessa madrugada com o objectivo de encontrar as tais Serelhas e de ouvir o seu canto, pois dizem que ouvindo esse canto tornarão-se em estudantes marrões e o curso será finalmente acabado!

 

Por isso, caro amigo/colega/estudante, junta-te a mais uma Caminhada para a Mitra e pode ser que seja desta!

E para os destemidos haverá muito vinho, açorda e ainda imperial (cedida pelo NEZ) na chegada (limitada)!

Infelizmente como a comida e o vinho (ainda!) não caiem do céu, então para os participantes esta caminhada ficará por 5Tetos.

 

 

Haverá surpresas para os participantes!

Páginas