Quem é nunca ouviu provérbios como "Uma mão lava a outra, as duas lavam a cara!" ou "É tradição o homem bater na mulher, mas o meu pai não bate na minha mãe!", ou então ainda "Quem quer borregos, tem que os comprar!"???

E entre estes muitos outros...

Não perca esta pérola da literatura popular portuguesa. Não só contará com um surpreendente conteúdo literário de elevada utilidade, como será genuíno na forma como será editado.

Aqui está a nossa famosa receita de Açorda, desta feita apenas para 4 pessoas.

Os ingredientes são:

  • 1 molho de coentros
  • 2 a 4 dentes de alho
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • 1,5 litro de água a ferver
  • 400 g de pão alentejano
  • 4 ovos
  • 1 colher de sopa de sal grosso

Como fazer:

Pisam-se numa tigela os coentros com os dentes de alho e o sal grosso reduzindo-os a papa. Rega-se esta papa, com o azeite e escalda-se com água a ferver, onde previamente se escalfaram os ovos. Introduz-se então no caldo o pão cortado em fatias. Depois, tapa-se ou não a açorda, pois uns gostam dela mole e outros apreciam as suas sopas duras. Os ovos são colocados no prato ou sobre as sopas na tigela.

Na água pode-se cozer uma posta de bacalhau ou pescada, para lhe dar sabor e para acompanhar a refeição. Os coentros podem ser substituídos ou misturados com diversas outras ervas aromáticas, poejos, hortelã, etc., dependendo da época do ano.

Março não é só o mês de aniversário do Grupo Académico Seistetos. Foi com muita satisfação e orgulho que apadrinhamos a Tuna Académica Feminina da Universidade de Évora.  Apesar de termos começado o processo de apadrinhamento na Queima das Fitas de 2007 com o anúncio público na Noite de Tunas e entrega da "colher de padrinhos", foi no dia 1 de Março de 2008 que selámos este acontecimento com um jantar de convívio, sendo o seu momento alto na cerimónia realizada na escadas da Sé de Évora.

Foi em Março de 1992 que o Grupo Académico Seistetos se estreou... Porém a história ainda permanece envolta em mistério... Se haver certezas do local e da data precisas aventuramo-nos a iniciar as comemorações do seu 16.º aniversário ao longo de todo o mês de Março, iniciando as mesmas em Castelo Branco com a participação extra-concurso no Festival de Tunas Femeninas "III Olimpo" após uma "Honesta Açorda Com Muito Bacalhau Misturado" e terminando as mesmas na Noite de Tunas da Semana Académica de Beja.

Dia 29 de Fevereiro, 13 horas, partíamos de Évora juntamente com as nossas afilhadas da TAFUÉ (Tuna Académica Feminina da Universidade de Évora) rumo a Castelo Branco, onde a convite da TAFIPCB (Tuna Académica Feminina do Instituto Politécnico de Castelo Branco) iríamos participar no III Olimpo – Festival de Tunas Femininas a extra-concurso.

Páginas