Quando uma mão lava a outra, tem mesmo de lavar e não passar só o sabonete.

 

Após as eleições o Grupo Académico Seistetos e a AAUÉ formalizaram a compra de um submergível para este grupo académico tendo por objectivo facilitar a deslocação do mesmo às suas actuações futuras após a subida do nível do mar, em caso de cheias ou iniciativa governamental de alargar o Alqueva. A aquisição deste submarino será inteiramente paga pelo orçamento anual total da AAUÉ a um prazo de 500 anos.

Algumas vozes de protesto, bandeiras e punhos se levantaram contra esta aquisição que dizem em nada beneficia os estudantes, argumentos perante os quais a direcção do GAS diverge admitindo que nem todos os estudantes saem prejudicados, pois eles também estudam de vez em quando e não saem prejudicados com o submarino, mas que antes preferiam um iate ou um jacto particular. 

Outras vozes contestam este alegado favorecimento alegando que estão a usar o dinheiro dos contribuintes e dos estudantes para o benefício de um grupo em particular e não para que a paz e o amor se espalhem pelo mundo. Segundo pudemos apurar junto de fontes seguras, a oferta do submarino serviu de moeda de troca pelo empréstimo de membros dos Seistetos para ocuparem cargos na dita Associação que já se encontrava moribunda há muitos anos.

Após esta notícia se tornar pública, a AAUÉ anúnciou que a falta de verbas disponíveis a fará tomar providências junto dos SASUÉ com o intuito de ofertar umas bifanas à malta dos restantes grupos académicos não abrangidos pelos serviços do submarino académico.

 
No dia 23 de Janeiro os portugueses do sexo masculino (mesmo), com mais de 17 anos e que tenham provado pelo menos 3 vezes água-ardente bagaceira na sua curta existência, poderão eleger o novo presidente dos Seistetos. As mesas eleitorais estarão abertas só da parte da manhã a partir das 06:00 horas até as 13:00 horas, período normal do funcionamento das tabernas típicas que acolhem logo pela manhã as mais diversas personagens em busca do seu mata-bicho matinal.
Esperam-se obter os resultados no dia seguinte após a ressaca das eleições. O futuro presidente eleito terá barra livre no estabelecimento do Sr. Manuel Fernandes com intuito de concretizar as celebrações oficiais da tomada de posse e da vitória da sua candidatura. A Casa Abílio Lopes ofereceu gentilmente uma garrafa de bebida fina para todos os membros da Comissão Eleitoral que funcionará em modo quermesse, tendo cada eleitor direito a uma rifa. Segundo a dita comissão sai sempre prémio.
Não deixe de votar no dia 23 de Janeiro no presidente dos Seistetos! Olhe que sai sempre alguma coisinha na rifa!

 

Querido Pai Natal,

 

Este ano portá-mo-nos todos muito bem. Ajudámos muitas famílias contribuindo para os seus rendimentos através das nossas propinas, do aluguer dos nossos quartos, do pagamento das nossas refeições e deslocações constantes a casa nos fins-de-semana. Não nos podemos esquecer que também gastamos muito dinheiro em livros, fotocópias e Internet, mas como é evidente, também temos algum tempo livre para ir passear um pouco com os colegas e amigos, beber uns copos até os bares fecharem e ir para casa de taxi.

 

Não comas as peles do paio, senão amanhã tens o Tarzan pendurado na liana.

Páginas